“Those Who Can Make You Believe Absurdities, Can Make You Commit Atrocities”

liberty_b

Voltaire, the clearest of Enlightenment thinkers wrote those words in his 1765 essay, “Questions sur les miracles.” And they resonate as much now, 250 years later, as they did then.

It is hard to live in a universe ruled by contingency and accident.  It is soothing to speak of fate and destiny.  Affective ambivalence, indecision, turmoil, emotional tumult, all take on a more bearable aspect if they are seen as subject to forces external to us, subject to external resolution–inevitably, inescapably. “What will be will be….” So too with misfortune.  If an event which we would so much the more have wanted to forgo could just as well not have been, its occurrence, its having-been, cuts into us all the deeper, all the more terribly.  So we speak of fate, of destiny.

The human impulse to construct narratives is a gift of imagination. But beware the seductive allure of plot and the delusion of comprehension.

How much does it cost our fashion?

sweat

A Norwegian television channel sent three young fashion bloggers to Cambodia, to experience the life of those sewing western fashion, in a five episode documentary called “Sweatshop – deadly fashion” that can be seen here with English subtitles.

The future which we hold in trust for our own children will be shaped by our fairness to other people’s children.

Oh salty clothes, how much of your salt is tears from Cambodia.

Saudades

IMG_3289

Várias línguas expressam a Saudade como melancolia socorrendo-se dum verbo. I miss you(inglês), vous me manquez beaucoup(françês), mi manchi(italiano), te echo de menos(espanhol), ich vermisse dich(alemão), se bem que os alemães tenham Sehnsucht.

Desta forma traduzem esse sentimento em acção ou em mudança de estado, por aqui optou-se pelo substantivo próprio, não passível de tradução que adquire inacção associado ao verbo sentir.

Esta subjectividade além de melodramática, permite-lhe sentir coisas que não lembram ao Diabo, como a etérea Saudade de algo que nunca se teve. A faculdade contemplativa da estetização desta dor prontifica-se à Saudade de ter Saudade de algo quando tudo era mau, mas agora à distância parece ter acontecido no idílio. Daqui resulta um entusiasmo triste, na perspectiva de gozar o Paraíso de agora, porque muito certamente em breve, no Calvário futuro dele se terá Saudade .

Verrinosa Fluorite

H2FSbF6José Rentes de Carvalho, no Tempo Contado:

É um raivoso daqueles que os ataques de raiva tornam cómicos, porque então de facto rebola os olhos, espuma da boca, todo ele estremece como se sofresse da dança-de-são- vito.
A mola forte da sua raiva é a inveja. Inveja do talento alheio, do sucesso que queria ter e não alcança, o reconhecimento dado a este e aqueloutro e que esperava seu.
Tem por meta o proveito, e tão fanático se torna a querer alcançá-lo de qualquer maneira que não poupa o esforço, a ponto de, fisicamente, ganhar o aspecto dos rafeiros que, exaustos e sequiosos, vão pela berma dos caminhos.
Para um qualquer em seu juízo bastaria o talento que Deus lhe deu, mas a ele não contenta: quer esse, mais o do vizinho, e também o que o Altíssimo, por distracção, esbanjou nos figurões que lhe fazem concorrência, os mesmos que, sem parar, recebem prémios, benesses e louvores.
Consegue o milagre de contrair os maxilares quando fala, resultando daí que as palavras que articula parecem voluntariamente sibiladas, como para melhor condizerem com o chispar dos olhos.
Lá dentro, lá no fundo, deve ter também boas qualidades, por certo conhece momentos de devoção e altruísmo. Infelizmente, só se vê dele o que não consegue esconder.

Does a guide dog who helps a blind person understand that the human cannot see?

particulier8Cyrus Reed Teed, followed his own brand of medicine, combined with alchemy, zaps of electricity and doses of magnetism. Once he electrocuted himself so badly that he passed out. When he woke he came to realize he was the living incarnation of Christ. And not only that, he also discovered the Earth is actually an inverted sphere: We live on the inside and look in on the rest of the universe.

Michel Mourre was one of the proto-Lettrists who got involved in the Notre Dame affair. On Easter Sunday, 9 April 1950, at Notre-Dame Cathedral in Paris, dressed as Dominican monk on a quiet moment in the Easter High Mass, Mourre climbed to the rostrum and declaim before the whole congregation a blasphemous anti-sermon on the death of God. After doing some time in mental institutions he became a priest.

Apparently… not.