José Rentes de Carvalho

J Rentes de Carvalho em Estevais

(…)muito particularmente no que respeita à evolução da sociedade portuguesa, que continua a ser para mim motivo de espanto. Parece existir nela uma componente de fatalismo e desleixo, de desinteresse, contrária à atitude normal de desenvolvimento e melhoramento. É um pouco como se o país sofresse da doença de Pfeiffer e se deixasse abater pelo cansaço.

É mesmo amor à pátria, à língua. Temos uma língua maravilhosa, uma das mais expressivas do mundo. Quando você quer falar de mecânica ou de parafusos ou máquinas, fala em inglês e em alemão, mas se quer falar de sentimentos tem o português, o italiano e o francês.

(…)É o sistema, as relações sociais, as desigualdades. Ao fim ao cabo é uma espécie de cobardia, não quero ser confrontado com a desigualdade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s