O outro lado da montanha

Dashrath Manjhi vivia mais a sua esposa em Gahlour, na Índia. Gaya, onde ficava o hospital mais próximo ficava a 70kms, por uma estrada sinuosa no sopé dos Himalaias. Em 1959, Falguni Devi adoeceu, não suportou a longa viagem e acabou por falecer, em sua honra o marido jurou cortar a montanha.

Vendeu todas as suas cabras e comprou um escopro, um martelo e cordas, ganhou dinheiro a vender as pedras do caminho. Dia e noite durante 22 anos. A família achava-o louco, os vizinhos gozavam-o, até ao dia em que os 110 metros de comprimento e os 9 metros de largura que permitiam que as duas vilas distassem apenas 8kms foi atravessado pela primeira vez.

Majhi ficou conhecido por Pahad Purush, o homem da montanha e construiu à mão um Taj Mahal.

 

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s