Obra do Demo?

Faz hoje 10 anos que Peter Hartz visitou Gerhard Schröder na chanceleria, levava consigo um CD azul com a reforma do emprego.

Em 2005, quando a fase 4 teve início a Alemanha tinha 4.8 milhões de desempregados, este ano os números apontam para 2.8 milhões.  Muitos desempregados mais velhos viram-se a trabalhar abaixo das qualificações e com salários de sobrevivência alemã.

Ainda hoje o país está dividido.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s