Da boçalidade humana

«O autarca lembra que o município foi pioneiro no país, em 2009, ao proibir qualquer espectáculo tauromáquico, no espaço público ou privado. Sublinha que nesta “cidade antitouradas” são proibidos espectáculos que “explorem, desrespeitem e maltratem os animais”.

A organizadora da tourada com anões (…) admite que ainda “está a tratar do licenciamento”, mas já distribuiu flyers sobre o espectáculo, que implica montar uma arena, algo que é interdito em Viana. José Borlido, da comissão, entende que estas interdições não se aplicam, por não estar em causa uma tourada tradicional mas sim um espectáculo de humor. “São anões e touros pequenos a fazer acrobacias, para fazer rir o público. Não há ferros nem cavalos”, enfatiza…»

Antes houvesse nos costados do Borlido. Que belo nome de toiro!

One thought on “Da boçalidade humana

  1. Não sei se seria um espectáculo de humor, não não tenho dúvidas de que seria um espectáculo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s