ASAE familiar

Licurgo, legislador do séc. IX AC proclamou a igualdade de todos os cidadãos, pelo menos dos verdadeiros cidadãos espartanos, os Homoioi, cidadãos de pleno direito, eram os senhores da terra, dedicavam-se única e exclusivamente à política e à vida militar, os Hilotas trabalhavam escravos a terra dos cidadãos.

O sistema totalitário e policial não reconhecia a vida privada. Toda a vida dos espartanos era organizada em função do Estado e para ele. Logo que nasciam, as crianças eram levadas aos anciãos e se fossem fracas eram mortas imediatamente. Aos 7 anos eram tirados à família e a sua educação, exclusivamente militar, passava a depender do Estado, incutido-lhes o ideal de virtude guerreira e obediência. A miúdas eram educadas para a arte da parição e quem se recusasse a submeter-se à educação e disciplina ver-se-ia excluído da cidade. Periecos(artesãos) e Hilotas, tendo em conta a sua origem, garantiam materialmente a refeição comum dos espartanos, mas a desproporção entre Homoioi, Periecos e Hilotas, tal como as constantes guerras agravaram a situação que levou à instituição da Criptia, onde a rapaziada era educada matar Hilotas considerados perigosos para a ordem e segurança do Estado.

O “family plan” tem de estar afixado e vísivel à estrada da porta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s