Faz hoje um ano

Estava eu de “mala de cartão” aviada para as terras baixas. Cheguei à terra das loiras altas e uberianas, comedoras de batatas-fritas e arenque, que se passeam calçadas de tamancos por campos de tulipas de mil cores. Eles, cabeças-de-queijo, buchos-de-cerveja e pedalantes numa paisagem feita de vacas leiteiras e horizonte.

Encontrei reserva e paixão, bruteza e refinamento. As emoções profundas não necessitam, forçosamente, de grandes gestos ou palavras ribombantes, antes das primeiras cervejas. A tenacidade, a inventividade e quiça o inato pragmatis­mo, fê-los inimigos dos elementos. Com todos os altos e baixos foi uma óptima aventura.

O postal mostra a “minha” rua à pouco mais de 100 anos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s