Centralidade do animal

Ontem ouvi que os tribunais se vão debruçar com a questão da regulação do poder animal.

Em França dão-se galinhas para melhorar o ambiente. Em Los Angeles usam-se gansos para melhorar a forma física. Na minha ex-cidade adoptiva perseguem-se javalis.

Ao nível do particular, referimo-nos ao particular, usando um nome próprio, como Platão e usando uma negação nominal chegamos a não-Platão para todos os que não são Platão. É claro que todos os que não são Platão não precisam ter nada em comum!?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s