Querem uma dor de tornozelos?


A manhã solarenga convidava a uma uma travessia da ponte, uma “corridinha” ao passo que a multidão e as pernas permitissem. Iam eu a bom ritmo, ou seja a perder terreno para os primeiros quando fui ultrapassado por uma banana com pernas, o que quebrou a moral deste atleta dos quatro costados, ainda assim fiz melhor figura que no ano passado.

Acabada a prova, uns minutos de descanso nos jardins adjacentes a zona da meta, com uma visita ao “coreto” que simboliza os laços de amizade que ligam Portugal e Tailândia há 500 anos.

No fim ainda houve tempo para umas imperiais com mais epicuristas que lagarteiam ao sol. Escusado será dizer que o leito me soube como à muito não sabia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s