Deus não pode esperar

O presidente da Câmara de Paredes de Coura ficou “ofendido” e “não perdoa” ao cantor Paulo de Carvalho a “falta de respeito” pelo público ao atender um telemóvel no final de um concerto promovido pelo município no centro cultural.

Ao cair do pano, quando Paulo de Carvalho interpretava o último tema, Nini dos meus 15 anos, João Malheiro irrompeu palco dentro, com o telemóvel em punho, dizendo que se tratava de uma chamada de Eusébio.

A única coisa que tenho a dizer é, rápidas melhoras para o Pantera Negra.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s