A greve

«Esta greve entristece-me. Não sou a favor nem contra, entristece-me porque já vi demais e o que delas resulta nunca é o cumprimento de promessas, o alívio de misérias ou a restituição de direitos.
Que esperam os grevistas? Mudança de governo? De política? O fim da corrupção? Do Chico-espertismo? Um aumento fulgurante da solidariedade social? Do civismo? Da defesa dos fracos? Árvores das patacas?
Nada se resolve com marchas, gritos, slogans, insultos, punhos erguidos. Tão-pouco com habilidades ou jeitos.
Uma pátria decente educa os seus filhos, o filho que a respeita e se respeita, cumpre, não estende a mão, conhece os seus direitos e deveres, desdenha favores e desigualdades.

As verdadeiras mudanças não se fazem saindo um dia à rua com hinos, bandeiras e tambores. Demoram tempo, pedem outro espírito.», José Rentes de Carvalho no Tempo Contado.

Com todas as vírgulas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s