A cabra

Diz-se por piada que o trabalho em frente ao computador é “miséria, miséria, miséria, miséria… euforia”. O meu último mês foi apenas de miséria. Eu sabia de antemão que iria ser díficil esta nova temporada. Não bastava a incompetência de uns, o mau julgamento de outros fez com que não só eu ficasse no meio dum braseiro que mais tarde ou mais cedo se extinguirá.

Pelo meio a tempestade perfeita começa a formar-se, desentendimentos entre duas empresas, uma outra que encerra e põe toda a gente na rua, outra apanhada com as calças na mão, entre chicotadas psicológicas e o um desafio titânico para os próximos 5 anos. Com a agravante de eu ter ficado sem o ferro de engomar.

O que me vai mantendo a sanidade é uma velha canção que trauteio no meu pensamento. Já tenho um ferro novo, tudo o resto se há-de resolver.

4 thoughts on “A cabra

  1. Então rapaz? Eu por acaso tava a pensar que ficar mais tempo do que o esperado num projecto outsourced ou é muito bom sinal (ser vítima do próprio sucesso), ou mau sinal (prazos falhados). Sendo assim parece que é mais na área do mau sinal

  2. Queres ver que esses holandeses são loucos?
    (quando vi o titulo, a minha primeira ligaçao neuronal foi para a muica do link!)

    • Loucos, os há por todo o lado. Aqui um pouco mais apuradinhos.

      Agora tenho de ter mais cuidado que o “Manoel” de Barcelona já voltou.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s