In dire straits

Giovanni Botero escreveu na “Razão e Governo de Estado” em 1589, as obrigações do bom governo, “Um povo que disponha de víveres necessários não tem outros cuidados.”, opondo-se a Maquiavel que defendia que competia ao governo providenciar ao povo que não faltasse os “víveres necessários” por forma a que este(governo) não tenha “outros cuidados”.

Se os tumultos continuarem aparecerá outro movimento social, cidadãos, comerciantes, organizados em grupos para defender os seus haveres. Nessa altura um encapuçado que apedreje uma montra, corre o risco de levar um tiro ou uma sova. Não é bonito de se ver, mas também é social.

Os pais de Ives reconheceram a filha quando esta destruia um carro da polícia. Chelsea Ives fazia parte de um grupo de jovens seleccionados para representar o orgulho da capital inglesa em receber os Jogos Olímpicos, assim como acolher oficialmente os visitantes. «Estávamos a assistir os distúrbios através da televisão. Foi quando nós a vimos.Ficámos revoltados e chocados. Ives é uma boa estudante, desportista e uma grande cantora, uma bela, criativa e talentosa criança. Amamos ela! No entanto, esses distúrbios têm custado empregos e até vidas…»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s